segunda-feira, 17 de outubro de 2016

OLHAR AS CAPAS


O Homem Transparente

Dashiell Hammett
Tradução: Helena Domingos
Capa: João Botelho
Colecção Série Negra nº 9
A Regra do Jogo, Lisboa 1981


«O principal», avisei, «É não se deixarem cansar por ela. Quando uma pessoa a apanha numa mentira, admite que sim e arranja logo outra para o lugar da primeira e quando se apanha na segunda, volta a admitir e arranja mais outra, e mais outra e mais outra. A maior parte das pessoas – mesmo mulheres – desanima quando é apanhada na terceira ou na quarta mentira chapada e das duas uma: ou resolvem dizer a verdade ou calar-se, não é? Mas a Mimi. Nunca desiste. Tem que se ter muito cuidado porque senão acaba por se acreditar, não porque pareça falar verdade mas porque já se está cansado de não acreditar.»

Nota do editor: existe uma outra tradução na Colecção Vampiro.

Sem comentários: