segunda-feira, 12 de dezembro de 2016

OLHAR AS CAPAS



O Uivo do Coiote

Luiz Pacheco
Entrevista conduzida por Baptista-Bastos
Ilustrações Martim Avilez
Capa: José Teófilo Duarte
Contraponto, Setúbal, Novembro de 1992

Queiras ou não, tu criaste a tua própria moral que vai, embatente, contra a moral estatuída. Começamos a conversa assim?

Ficaria completamente embatucado e não tivesse de despachar este paleio contigo; e pode gabar-te…

Eu? Gabar-me de quê, ó Luiz?


De seres o único sujeito do Mundo que me levaria a este tipo de conversa à pressão. Mas vamos a isto: devo-te grandes finezas e colossais descomposturas, tudo à mistura ou de seguida, de viva voz ou por escrito, exageros ciclotímicos que temos de agradecer, deliciados, ou gramar, de mau cariz e em silêncio, que a personagem em questão, tu, não admite contradita, e começando a doutorar ninguém te cala. Adiante! Estávamos na moral, não é?

Sem comentários: