quinta-feira, 15 de dezembro de 2016

POSTAIS SEM SELO


No gesto de guardar cartas há uma certa afectividade ou interesse ou coisa que o valha. Um gajo que está numa cadeia, num hospital, numa aldeia, se comunica com alguém, se gosta de comunicar, a carta é um derivativo.


Luiz Pacheco

Sem comentários: