sábado, 16 de janeiro de 2016

OLHAR AS CAPAS


366 Poemas Que Falam de Amor

Antologia organizada por Vasco Graça Moura
Quetzal Editores, Lisboa, Fevereiro de 2004

Convida-me Só Para Jantar

E não queiras depois fazer amor.
Convida-me só para jantar
num restaurante sossegado
numa mesa de canto
e fala devagar
e fala devagar
eu quero comer uma sopa quente
não quero comer mariscos
os mariscos atravancam-me o prato
e estou cansada para os afastar
fala assim devagar
                 devagar
não é preciso dizeres que sou bonita
mas não me fales de economia e de política
fala assim devagar
                 devagar
deita-me o vinho devagar
quando o meu copo estiver vazio.
Estou convalescente
sou convalescente
não é preciso que o percebas
mas por favor não faças força em mim.
Fala, estás-me a dar de jantar
estás-me a pôr recostada à almofada
estás-me a fazer sorrir ao longe
fala assim devagar
                  devagar
                 devagar


 Ana Goês

Sem comentários: